quarta-feira, 26 de junho de 2013

Barcellos: 'Casa da Sogra' é exemplo de investigação

Gustavo Barcellos cita como exemplo de isenção a investigação denominada “Casa da Sogra”, que tinha como alvo a então secretária de Cidadania e Ação Social, Íria de Souza Pinto (PSDC). "O inquérito concluiu pelo seu indiciamento por peculato, com ampla produção probatória, inclusive, perícias complexas e cumprimento de mandado de busca e apreensão na sede da secretaria", afirma Barcellos.
O delegado complementa dizendo que "a investigação criminal é um dever e não uma prerrogativa, faculdade ou privilégio da Polícia Civil". "Não houvesse a investigação do Natal Luz ou do Festival de Cinema pelo Ministério Público, tenhas certeza de que seria feita com muita eficiência pela Polícia Civil, bastando para tanto que o MP oficiasse à delegacia", finaliza Gustavo Barcellos.